Instruções aos Autores

Informações básicas do periódico

ABCD – ARQUIVOS BRASILEIROS de CIRURGIA DIGESTIVA é periódico trimestral com um único volume anual, órgão oficial do Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva – CBCD e tem por missão a publicação de artigos de estudos clínicos e experimentais que contribuam para o desenvolvimento da pesquisa, ensino e assistência na área gastroenterologia cirúrgica e clínica, e outras correlatas. Tem como seções principais artigos originais, artigos de revisão ou atualização, relatos de casos, artigos de opinião (a convite) e cartas ao editor. Outras seções podem existir na dependência do interesse da revista ou da necessidade de divulgação de temas relevantes que não se incluam nas formas referidas.

O título abreviado do periódico é ABCD: Arq Bras Cir Dig., que deve ser usado em bibliografias, notas de rodapé, referências e legendas bibliográficas.

Propriedade Intelectual

Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons do tipo atribuição BY.

Colaboradores:

A publicação recebe financiamento: 

Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva

Associação Brasileira de Câncer Gástrico

Capítulo Brasileiro da International Hepato-Pancreato-Biliary Association

Grupo de Estudos das Doenças do Pâncreas

PREZADOS AUTORES: Agradecemos o seu interesse em enviar suas pesquisas para análise e publicação no ABCD – Arquivos Brasileiros de Cirurgia Digestiva.

A Revista é indexada no Scielo, PubMed e PubMed Central, Scopus, Web of Science, DOAJ (Directory of Open Acess Journal), Lilacs e Google Acadêmico e recebe muitos trabalhos científicos para publicação.

Sugerimos ler com atenção todos os detalhes incluídos nessa INSTRUÇÕES AOS AUTORES, para elaboração de seu trabalho científico e submissão ao ABCD.

Escopo e política

ABCD – ARQUIVOS BRASILEIROS de CIRURGIA DIGESTIVA é periódico trimestral com um único volume anual, órgão oficial do Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva – CBCD e tem por missão a publicação de artigos de estudos clínicos e experimentais que contribuam para o desenvolvimento da pesquisa, ensino e assistência na área gastroenterologia cirúrgica e clínica, e outras correlatas.

As seções incluem: artigos originais, artigos de revisão, artigos de técnica operatória, guidelines, consensos ou atualizações, editoriais (a convite) e cartas ao editor. Outras seções podem existir na dependência do interesse da revista ou da necessidade de divulgação.

Os trabalhos enviados para publicação devem ser inéditos e destinarem-se exclusivamente ao ABCD. Não devem ter sido publicados anteriormente em forma semelhante e nem estarem sendo considerados para publicação em outro periódico nacional e internacional.

O seu conteúdo deve incluir contribuição científica à gastroenterologia cirúrgica e clínica, ter mérito científico e destaque à literatura nacional e internacional.

Toda matéria relacionada à investigação humana e pesquisa animal deve ter aprovação prévia do Comitê de Ética em Pesquisa – CEP – da instituição onde o trabalho foi realizado, ou em outra instituição local ou regional se não houver este comitê onde ela foi desenvolvida e em conformidade com a Declaração de Helsinque, revisada em 2013. Seguindo as normas correntes da boa prática em pesquisa humana, é de total responsabilidade dos autores que os pacientes arrolados no estudo devem ter formulário de consentimento livre e informado assinado.

O ABCD apoia as políticas para registro de ensaios clínicos da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do International Committe of Medical Journal Editors (ICMJE), reconhecendo a importância dessas iniciativas para o registro e divulgação internacional de informação sobre estudos clínicos, em acesso aberto. Sendo assim, ensaios clínicos somente serão aceitos para publicação após terem recebido número de identificação em um dos Registros de Ensaios Clínicos validados pelos critérios estabelecidos pela OMS e ICMJE, cujos endereços estão disponíveis no site do ICMJE (www.icmje.org). O número de identificação deverá ser registrado ao final do resumo.

Forma e preparação de manuscritos

MANUSCRITOS

Os artigos originais devem ser submetidos no site da Revista, no seguinte endereço eletrônico: [email protected]/ABCD. Ao acessar o site, o autor responsável pelo envio do artigo deverá se identificar por meio de login e senha.

O site [email protected]/ABCD contém as INSTRUÇÕES AOS AUTORES e orientações detalhadas quanto a elaboração de um trabalho de pesquisa e de suas referências bibliográficas, em português e inglês. Além disso, os autores devem observar que no site existem as opções para inclusão do conteúdo do trabalho científico, em português e inglês.

A partir de 01 de janeiro de 2022, a Revista irá publicar os trabalhos exclusivamente em língua inglesa. Portanto, os autores do exterior deverão obrigatòriamente submeter os trabalhos em língua inglesa. Os autores nacionais poderão inicialmente inserir o trabalho em português e após a avaliação dos revisores, adequações e aceitação final para publicação, providenciar a tradução e enviar o trabalho final em língua inglesa.

Os Editores, mediante solicitação dos autores, poderão providenciar a tradução para língua inglesa dos respectivos trabalhos aceitos, sendo os custos da tradução repassados aos autores. Os Editores enviarão todos os trabalhos aceitos para revisão da língua inglesa, obedecendo linguagem e terminologias acadêmicas, técnicas e médicas.

Se os autores desejarem obter informações sobre a análise e decisão de publicação de seus trabalhos científicos enviados à Revista ABCD, devem utilizar o seguinte endereço eletrônico: [email protected]

Os artigos devem ser digitados em espaço duplo, e em fonte Arial tamanho 12, numerando-se as páginas consecutivamente, iniciando a contagem na página de título. O tamanho máximo do texto, excluindo referências e tabelas, deve ser de até 5000 palavras para artigos originais e de revisão e 800 para cartas ao editor e editoriais.

A Revista não aceita relatos de casos.

Todos os conceitos e assertivas científicas emanadas pelos artigos, ou as publicidades impressas, são de inteira responsabilidade dos autores ou anunciantes. Afim de efetuar uniformização da linguagem de termos médicos, os autores deverão utilizar a Terminologia Anatômica, São Paulo, Editora Manole, 1ªEd., 2001, para os termos anatômicos. O ABCD tem a liberdade se fazê-la caso o(s) autor(es) não a tenham seguido.

Todo artigo submetido à publicação deve ser escrito de maneira concisa e no todo na terceira pessoa do singular ou plural, deve constar de uma parte pré/pós-textual e uma textual.

O manuscrito dever ser composto por:

PÁGINA DE TÍTULO

  1. Título em português e em inglês; 
  2. Nome(s) completo(s) do(s) autor(es)  
  3. Identificação do(s) loca(is) onde o trabalho foi realizado, ficando clara a(s) instituição(s) envolvidas, cidade, estado e país; 
  4. Nome e endereço eletrônico do autor responsável e para correspondência com os Editores; 
  5. Número ORCID de todos os autores (https://orcid.org/register)

RESUMO/ABSTRACT

Deve ser enviado em português e inglês, em até 300 palavras, em parágrafo único, e estruturado descrevendo RACIONAL (BACKGROUND), OBJETIVOS (AIM), MÉTODOS (METHODS), RESULTADOS (RESULTS), CONCLUSÃO (CONCLUSION) e DESCRITORES (HEADINGS). Não é obrigatório para cartas ao editor. Não deve conter abreviaturas, siglas ou referências.

DESCRITORES / HEADINGS

Devem ser inseridas de três a cinco palavras-chave, que estejam contidas nos Descritores de Ciências da Saúde – DeCS (http://decs.bvs.br/) ou no MESH (http://www.nlm.nih.gov/mesh/meshhome.html) - (Atenção: não devem ser citadas palavras-chave que não constem no DeCS/MESH).

MENSAGEM CENTRAL, PERSPECTIVAS E VISUAL ABSTRACT

Devido à inclusão da mídia social nas avaliações bibliométricas (chamada de Altmetria), a partir de 2020 o ABCD, assim como as mais importantes revistas médicas nacionais e internacionais estão adicionando nas publicações pequenos textos, denominados como Mensagem Central e Perspectivas. Além disso, deverá incluída um Visual Abstract ou Highlights, que serão divulgados pelo Twitter, Facebook e mídias assemelhadas. As palavras destes textos devem ser simples para que o público médico / leigo consiga entender o avanço da ciência que a o artigo propõe.

A Mensagem Central não é um breve resumo dos resultados, mas a síntese deles de forma simples (no máximo 100 palavras).

Perspectivas é a mensagem que deve indicar a significância dos achados e como os autores antecipam que seus resultados deverão auxiliar na prática clínica (no máximo 100 palavras).

O Visual Abstract ou Highlights apresentam um breve resumo gráfico do artigo. Devem indicar a temática sendo abordada e fornecer um resumo dos resultados, na maioria das vezes usando ícones simples, figuras e gráficos. Pode-se utilizar de uma a três colunas.

Não é necessário RESUMO/ABSTRACT, Mensagem central, Perspectivas e Visual Abstract para Cartas ao Editor e editoriais,

CORPO DO TEXTO

Os artigos dos tipos de estudo listados no site Equator for Health Research Reporting (https://www.equator-network.org) devem ser enviados com o checklist correspondente preenchido.

Siglas devem ser utilizadas somente para palavras técnicas repetidas. Elas devem ser incluídas entre parênteses na primeira vez em que aparecer e a seguir somente as siglas. A divisão do texto deve seguir a seguinte orientação:

Artigos originais: Introdução (cujo último parágrafo será o Objetivo); Método(s); Resultados; Discussão; Conclusão(ões); e Referências 

Artigos de revisão: Introdução (cujo último parágrafo será o Objetivo); Método(s); Resultados; Discussão; Conclusão(ões); e Referências.

Revisões sistemáticas e metanálises devem seguir os critérios PRISMA. Revisões narrativas devem ser transparentes e, embora não necessitem detalhar a busca e seleção das evidências, é necessário informar termos utilizados nas buscas, as bases de dados consultadas e os desenhos de estudos incluídos.

Editoriais: deverão ser feitos sob convite do Conselho Editorial. Não é necessário ser estruturado.

Cartas ao Editor – redação clara sobre o comentário que se pretende publicar em no máximo três páginas, podendo ou não conter referências. Não é necessário ser estruturado.

DECLARAÇÕES

Devem ser declaradas as fontes financiadoras (se houver) e se há conflitos de interesse.

AGRADECIMENTOS (opcionais)

REFERÊNCIAS

Normalizadas segundo as Normas de Vancouver (Ann Inter Med 1997; 126:36-47 ou site www.icmje.org itens IV.A.9 e V). Serão aceitas até 80 referências para Artigos Originais, Técnica e de Revisão e 10 para Cartas ao Editor e Editoriais.

ATENÇÃO: Relacionar a lista de referências em ordem alfabética do sobrenome dos autores e numerá-las em algarismos arábicos sequenciais. Todos os autores mencionados e referenciados no corpo do texto devem obrigatoriamente serem incluídos na lista de Referências. Entretanto, se o trabalho referenciado tiver mais que 6 autores, citar os primeiros 6 autores e a seguir, et al. Na citação no texto, utilizar o número da referência de forma sobrescrita. Os títulos dos periódicos devem ser referidos de forma abreviada de acordo com List of Journal Indexed no Scielo e PubMed.

Ao final de cada trabalho deverá ser incluído o número do doi, se disponível. As referências a capítulos de livros textos devem incluir os nomes dos autores, o título do capítulo, o livro, a edição, a editora, o ano de publicação, o número do capítulo, a página inicial e final.

Exemplos de referências:

  • Castro ADAE, Skare TL, Yamauchi FI, Tachibana A, Ribeiro SPP, Fonseca EKUN, et al. Diagnostic value of c-reactive protein and the influence of visceral fat in patients with obesity and acute appendicitis. Arq Bras Cir Dig. 2018;31(1):e1339. doi: 10.1590/0102-672020180001e1339.
  • Dias AR, Pereira MA, Mello ES, Zilberstein B, Cecconello I, Ribeiro Junior U. Carnoy's solution increases the number of examined lymph nodes following gastrectomy for adenocarcinoma: a randomized trial. Gastric Cancer. 2016;19(1):136-42.doi: 10.1007/s10120-014-0443-2.
  • Alani JA, In H, Sano T, Gaspar LE, Erasmus JJ, Tang LH, et al. American Joint Committee on Cancer (AJCC). Cancer Staging Manual. 8th edition. Stomach. Springer 2017; 17:203-220.
  • WHO Classification of Tumours Editorial Board. Digestive System Tumours. Lyon (France): International Agency for Research on Cancer; 2019. (WHO Classification of Tumours Series, 5th ed.; vol. 1).

Os autores devem se atentar à redação das referências, pois todas que forem incluídas serão avaliadas pelos Editores, Revisores e equipe técnica da Revista, em todos os seus detalhes, podendo ao final, ser sugerido remover referências indevidas ou, incluir novas referências pertinentes ao trabalho enviado.

TABELAS

Devem ser incluídos no Corpo do Texto, por ocasião do seu envio à Revista. Devem ser citados no manuscrito no local onde devem aparecer. Cuidado especial deve ser tomado para que não haja redundância entre eles.

As Tabelas devem ser numeradas com algarismos arábicos e com seu título e legendas localizadas na parte superior, e também incluídas no Corpo do Texto, por ocasião do envio à Revista.

FIGURAS

Figuras, gráficos, desenhos ou fotografias devem ser incluídos no Corpo do Texto, por ocasião do seu envio à Revista, e numeradas em algarismos arábicos (no máximo seis). Devem ser enviados em resolução mínima de 300 dpi’s. Se houver necessidade de publicação impressa de imagens coloridas, os custos serão repassados aos autores. O título e legendas devem vir localizados na parte inferior da Figura. Figuras previamente publicadas devem ser citadas com a permissão do autor.

PEER REVIEW

Os estudos submetidos ao ABCD são encaminhados a dois revisores de reconhecida competência no tema abordado, designados pelo Conselho Editorial da Revista (peer-review). Os revisores irão verificar a relevância da contribuição do artigo, originalidade existente, prévia aprovação do Comitê de Ética local, validade dos métodos empregados, análises estatísticas, validade dos resultados, tabelas, figuras, referências e o aspecto formal da redação e a linguagem do texto. O anonimato dos revisores é garantido durante todo o processo de avaliação.

APÓS ACEITAÇÃO

As versões finais dos artigos aprovados ou aceitos, após análise dos membros do Conselho Editorial serão encaminhados aos autores para aprovação, adequações e correções sugeridas. Os autores deverão reencaminhar o trabalho à Revista, utilizando o endereço eletrônico [email protected], dentro do prazo recomendado pelo Conselho Editorial, para que seguir a sequência de novas revisões e aceitação final, para publicação na Revista.

CONDIÇÕES OBRIGATÓRIAS (LEIA COM ATENÇÃO)

Fica expresso que, com a remessa eletrônica, o(s) autor(es) concorda(m) com as seguintes premissas: 

# que o trabalho enviado à Revista será submetido à pesquisa de plágio, antes mesmo de ser enviado aos revisores;

# que no artigo não há conflito de interesse, cumprindo o que diz a Resolução do CFM no.1595/2000 que impede a publicação de trabalhos e matérias com fins promocionais de produtos e/ou equipamentos médicos. Se existir conflito de interesse, deve estar mencionado ao final das referências com o texto: “O(s) autores (s) (nominá-los) receberam research grant da empresa (mencionar o nome) para a realização deste estudo”, que todos os autores incluídos no trabalho participaram da sua elaboração e concordam com a redação final, enviada para publicação, que a fonte financiadora, se houver, deve ser identificada e que o trabalho foi submetido ao Comitê de Ética e Pesquisa (CEP) que o aprovou. Se houver prévia aprovação do CEP, o número correspondente deve ser incluído no texto do trabalho, que concede os direitos autorais para publicação ao ABCD, que autoriza os Editores e/ou Corpo Editorial da revista e efetuar alterações no texto e referências enviados para que ele seja padronizado no formato linguístico do ABCD, podendo remover redundâncias, retirar tabelas e/ou ilustrações que forem consideradas não necessárias ao bom entendimento do texto, desde que não altere seu sentido. 

Caso haja discordâncias quanto às estas premissas, os autores deverão escrever carta deixando explícito o ponto em que discordam e o ABCD terá então necessidade de analisar se o artigo pode ser encaminhado para publicação ou devolvido aos autores.

# Os artigos incluídos no site [email protected]/ABCD e enviados que não estiverem em conformidade com todas essas acima citadas Instruções aos Autores, serão imediatamente devolvidos aos autores.

TAXA DE PUBLICAÇÃO

A taxa para publicação na Revista ABCD de todos os artigos aceitos para o ABCD, será de $ 150,00 (cento e cinquenta dólares americanos), cobrados ao autor principal, após a aceitação final do trabalho para publicação.

Observações:

  1. Não será cobrado taxa de publicação se pelo menos um dos autores do trabalho aceito for membro ativo e adimplente do Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva (CBCD).
  2. Após o pagamento da taxa acima mencionada ao Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva (CBCD), a publicação final do artigo aceito seguirá o fluxo habitual da Revista, e inclusão nos números seguintes do ABCD, Scielo, Pubmed e outros indexadores.
  3. Os autores que enviaram os trabalhos do exterior e foram aceitos para publicação na Revista ABCD serão devidamente orientados como deverão efetuar a Taxa de Publicação.

RESUMO DO PROCESSO EDITORIAL - Aos autores

Os membros do Conselho Editorial do ABCD e o Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva agradecem a submissão de seu manuscrito. Na avaliação do artigo enviado pelos autores são desenvolvidos trabalhos em conjunto pelo Editor e Vice-Editores, além da equipe técnica da Revista e os membros do Conselho Editorial com objetivos primordiais de avaliar o conteúdo científico do estudo, a sua contribuição à literatura e contribuir para o aprimoramento do seu manuscrito. Dessa forma a Revista estará contribuindo para o avanço da cirurgia do aparelho e gastroenterologia, em âmbito nacional e internacional.

O processo editorial da Revista é composto pelas seguintes etapas:

REVISÃO TÉCNICA: realizada pelos Editores, Vice-Editores e equipe técnica. Consiste fundamentalmente da revisão de aspectos de forma e redação científica, na verificação se o manuscrito atende à toda padronização do ABCD, contemplando todos os itens detalhados nas INSTRUÇÕES AOS AUTORES da revista e esteja apto a ingressar no processo de revisão externa por pares.

REVISÃO EXTERNA POR PARES: realizada por pelo menos dois revisores externos que compõem o Conselho Editorial do ABCD, que apresentem sólido conhecimento e experiência na área temática do manuscrito. Nessa etapa os revisores irão avaliar o mérito científico, redação, a contribuição à literatura e o conteúdo dos manuscritos, podendo já emitir comentários construtivos para o seu aprimoramento. Os revisores não conhecem a identidade os autores e o local de realização da pesquisa e seguem as diretrizes do ABCD, verificando inclusive os aspectos éticos da pesquisa.

REVISÃO DOS EDITORES: mediante as análises da equipe técnica da Revista e dos revisores, quanto aos aspectos que podem ser aprimorados na redação ou a necessidade de adequação aos padrões adotados para publicação no ABCD, os Editores irão emitir parecer sobre a avaliação inicial do estudo e a área temática, solicitando ou não, aos autores a reformulação e adequação do manuscrito (Título, Resumo, Introdução, Métodos, Resultados, Discussão, Conclusão, Referências, Agradecimentos, além de figuras, gráficos e tabelas). Nessa etapa, o manuscrito poderá ser considerado, aprovado e pronto para publicação, ou pré-aprovado para publicação e então será solicitado aos autores o reenvio do estudo, para continuidade do processo de análise para publicação.

O manuscrito não aprovado para publicação, imediatamente será enviado e devolvido aos autores, com os pareceres emitidos, para que os mesmos tenham oportunidade de submeter o estudo para publicação em outro periódico.

REVISÃO FINAL PELOS EDITORES E CONSELHO EDITORIAL: Os manuscritos pré-aprovados e depois devolvidos à Revista serão novamente reanalisados quanto à necessidade de novas adequações e ajustes pelos autores. E finalmente, o manuscrito considerado aprovado e pronto para publicação, será enviado para ser submetido a todo processo de editoração pela Gráfica responsável, atendendo às normas do Scielo, PubMed, PubMed Central e outros indexadores. Nessa etapa serão enviados agradecimentos aos autores e solicitado ao autor principal o pagamento da taxa de publicação, diretamente ao Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva (CBCD), conforme Instruções aos Autores.

Endereço:

Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva – CBCD

Av. Brigadeiro Luiz Antonio – 278 – salas 10/11 - Bela Vista

São Paulo – SP – Brazil  -  CEP 01318-000

Indexed in:
Follow us!
ABCD – BRAZILIAN ARCHIVES OF DIGESTIVE SURGERY is a periodic with a single annual volume in continuous publication, official organ of the Brazilian College of Digestive Surgery - CBCD.

Developed by Surya MKT